Itália – Veneza

Veneza, a cidade das gondolas, dos canais, das mascaras, do bom vinho e de uma beleza apaixonante!

Bom vamos começar a falar sobre nossa hospedagem. Existem muitas opções de hotel em Veneza, mais muitas mesmo, para todos os gostos e bolsos. nós optamos em ficar hospedados em Mestre, no continente, e íamos para Veneza de trem. Ai vocês devem estar perguntando, porque não ficamos em Veneza mesmo? Muito simples, por causa das nossas bagagens. Veneza é cheia de pontes que cruzam os canais, e essas pontes são com degraus, então para você ficar carregando mala assim não rola, né? A menos que você fique em um hotel ao lado da estação de trem em Veneza, porque ai você não precisa ficar andando pela cidade de mala.Mais esses hoteís são bem mas caro. Ai optamos nos hospedar em Mestre, que é muito perto coisa de 10 minutos para Veneza.

Nós chegamos no aeroporto Marco Polo em Veneza e pegamos um ônibus do próprio aeroporto, que nos leva até Mestre na estação de trem, esse ônibus é pago, você compra dentro aeroporto mesmo o ticket, existem várias cabines vendendo.Você pode comprar já ida de volta, caso volte pelo aeroporto de Veneza, você pode comprar até Mestre ou até Veneza.

Assim que descemos do ônibus na estação de trem em Mestre, o nosso hotel era do outro lado da rua.Foi a melhor coisa que fizemos, tinha um café da manhã excelente, o quarto não era muito grande mas a gente quase não ficava lá mesmo, então isso não fez diferença, os funcionários muito atenciosos, wi-fi boa, pegava super bem no quarto, enfim, ficaria lá novamente com certeza.

Hotel Tritone – Mestre- Veneza

Bom começamos nossa visita pela famosa Praça São Marcos, já fomos logo conhecer a torre, pois era cedo e a fila não estava tão grande assim, mais tarde vai ficando lotada. A visita custa 8 euros você sobe de elevador,  vale muito a pena você subir a vista é maravilhosa.

Campanário de São Marcos, situado na praça de mesmo nome em Veneza

Campanário de São Marcos – torre com 98,6 metros de altura

Bom ainda na praça, você não pode deixar de ver: A basílica, museu correr, a torre do relógio, esse relógio marca as horas, os signos do zodíaco e as fases da lua, acima dele tem 2 homens que batem o sino. O homem mais velho de barba representa o passado, ele bate o sino um pouco cantes da hora cheia e o outro homem, o mais novo representa o futuro, ele bate o sino um pouco depois da hora cheia. Se você estiver por lá , nessas horas vale a pena observar as batidas do sino, é muito legal.

Marca as horas, as fases da lua e os signos do zodíacoRelógio – Praça São Marcos

Ainda na praça tem o Palácio Ducale, as duas torres , logo na entrada da praça, os leões alados, o famoso café Florian a cafeteria mais antiga da Itália, o Palácio de Napoleão e várias barracas vendendo souvenir.

Bom continuando nosso passeio pelas apertadas vielas de Veneza, as ruas são muito estreitas mesmo, e você vai se perder com certeza, pois todo mundo se perde por lá , não adianta estar com mapa ou não você vai se perder e se achar várias vezes (rs), isso faz parte do passeio.

ruas estreitas de Veneza

Ruas bem estreitas

Não vá embora de lá antes de ver: a ponte dos suspiros, ponte Rialto, as manobras dos gondoleiros pelos canais, gallerie dell accademia, o casino de Veneza, Teatro la Fenice e  a igreja de Santa Maria Della Sallute. Pegue a linha 1 do Vaporetto, e vá passear pelo grande canal, conhecendo Veneza pelo mar, observe como é a vida toda na água, como eles abastecem os restaurantes, a policia, o correio, enfim tudo é feito de barco, muito interessante, porque totalmente diferente da forma como estamos acostumados.

Grande canal em Veneza

Grande canal e seu movimento

E é claro, guarde pelo euros 80 euros para passear de gondola.

Você partindo de Veneza pode ira até Burano, Murano, Torcello e Lido. Burano nós vamos falar em outro post.

Murano é a cidade dos vidros, você pode pegar um vaporetto e ir até lá conhecer uma das fabricas e ver todo o processo de produção e algumas peças de vidros.

Lido já é  no continente, uma cidade mais moderna, com carros, ônibus, prédios mais modernos, mas muito linda e organizada.

vá de vaporetto conhecer o Lido em veneza

Lido

Na hora que a fome bater escolha um restaurante perto de algum canal, saboreie uma deliciosa pasta, apreciando a vista e degustando um bom e verdadeiro vinho da região do Veneto, como um Amarone ou Valpolicella.

Curtiu? Quer fazer alguma pergunta? Fique a vontade, esse espaço é seu, fale, pergunte, curta e compartilhe.

2 Replies to “Itália – Veneza”

  1. Um dia ainda vou conhecer Veneza, só não pode demorar muito né, dizem por aí que ela tá afundando com o mar, espero que não, mas vá lá me mata a curiosidade, é verdade que têm mau cheiro esses canais, eu não tô nem acreditando, uns dizem que é só no verão, pode me tirar essa dúvida, porque pra mim isso daí é o paraíso, belo post!

  2. Oi Sarah! Adorei seu comentário (rs), então… acho que essa história que esta afundando é um pouco de lenda, pois também já ouvi isso e já faz muitos anos, e a cidade continua lá linda, bela, charmosa e romântica. Com relação ao mau cheiro não sentimos nada quando estivemos lá na primavera, e olha que fez dias lindos e até calor. Inclua sim Veneza em sua ida a Itália, vale muito a pena e a cidade é apaixonante. Obrigada e espero ter ajudado.
    Grande beijo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *